Vasilhas de plástico e câncer, existe alguma relação?

Utilizar vasilhas de plástico para esquentar alimentos no microondas pode aumenta o risco de câncer?

NÃO!! Este mito vem do fato de que vários materiais como madeira, metais, plásticos quando levados a combustão produzem substâncias chamadas dioxinas. As dioxinas podem estar relacionada a doenças na pele, fígado e o câncer.

Não existe Dioxina nas vasilhas de plásticos!  Para que uma vasilha de plástico produza dioxina ela deve ser incinerada!

Nao existe comprovação cientifica que o uso de utensílios de plásticos mesmo no microondas aumentem o risco para o desenvolvimento do cancer.

Perguntas e Respostas:
Todos os alimentos que são esquentados no plástico não são recomendados ou existem exceções?

Nao existe restrição em quanto aos alimentos. Existem alguns plásticos que não são feitos para microondas e estes em altas temperaturas podem liberar substancias como ftalatos. Estudos em animais sugerem que ftalatos podem levar alterações relacionadas a fertilidade. Por isso é importante ficar atento na embalagem e usar apenas utensílios próprios para microondas.

Muitas vasilhas na indústria são vendidas como sendo “fabricada” para ir ao microondas, isso é verdade, a população pode confiar nessas que a propaganda é para esse fim ou melhor evitar?

Para que o utensílio seja vendido com este selo ele deve ser testado. Logo procure comprar marcas que tenham sido avaliadas e aprovadas pelo INMETRO.

O melhor mesmo para se utilizar são utensílios de vidro ou louça, ou mais algum não é recomendado?

Se você está cozinhando com plástico ou usa utensílios de plásticos, a melhor coisa a fazer é seguir as instruções e apenas usar plásticos que são especificamente destinados para cozinhar. Recipientes inertes são os melhores, por exemplo, vidro resistente ao calor, cerâmica, aço inoxidável.

Mitos e Verdades sobre a Mamografia

O Mês de conscientização do câncer de mama está acabando, e você deve ter milhões de desculpas para não fazer a mamografia anual, mas suas razões podem não ser tão boas quanto pensa. Vejamos: Sou muito jovem para fazer o exame. O câncer de mama é o tipo mais comum em mulheres a partir dos 55 anos de idade, mas, também pode acometer mulheres jovens. O rastreamento mamográfico consiste em realizar mamografia anual em mulheres com 40 anos ou mais. A partir dos 70 anos, a frequência dependerá do critério médico. Para mulheres com risco aumentado, a mamografia deve ser anual a partir dos 35 anos de idade. No Brasil, mulheres a partir dos 40 anos de idade, têm amparo na Lei 11664/08 para solicitar que seja feita mamografia de rastreamento, apesar da falta de recomendação formal pelo Ministério da Saúde. Câncer de mama não acometeu nenhum membro de minha família, por isso eu não corro risco. É verdade que se o câncer de mama acomete sua família, você tem maior risco de ter a doença, principalmente se sua mãe ou irmã já tiveram. Mas, a maioria das mulheres que tem câncer de mama  (85%) não tem histórico familiar da doença. Portanto, faça o rastreamento mamográfico de qualquer maneira. A radiação é muito arriscada. A mamografia utiliza raios X para formar a imagem da mama e é utilizada para o rastreamento do câncer de mama. A imagem é obtida com o uso de um feixe de raios X de baixa energia, após a mama ser comprimida entre duas placas. O risco associado à exposição à radiação é mínimo, principalmente quando comparado com o benefício obtido. Eu tenho medo do que pode ser encontrado. Cerca de 80% dos nódulos encontrados nas mamas tendem a ser benignos. A mamografia também não altera nada, apenas mostra com precisão o que já está lá. Se for encontrada alguma alteração na mamografia é importante fazer o diagnóstico e o tratamento, se necessário, para evitar futuras complicações. É um exame muito caro. Não. Toda paciente atendida pelo SUS não paga nada para a realização da mamografia. Todos os convênios e seguros de saúde cobrem o custo do exame. A mamografia dói. A mamografia é um exame muito rápido, pode provocar dor, em algumas mulheres, dependendo da sensibilidade individual, mas é tolerável, e o desconforto provocado pelo exame é breve. O que pode ajudar:
  • Agende seus exames quando suas mamas estiverem menos sensíveis, ou seja, não agende antes da menstruação.
  • Tome um analgésico antes do exame para aliviar a dor.
  • Deixe que a técnica saiba que você pode estar sensível. Ela poderá assim  ser capaz de tornar o exame menos doloroso oferecendo uma experiência positiva.
Eu não tenho nódulos nas mamas tenho que fazer mamografia. Nas mamografias podem encontrar-se pequenos nódulos com tamanho de 1 milímetro, até 3 anos antes de você poder senti-los. Os tumores pequenos, em estágio inicial, são tratáveis e o diagnóstico precoce tem chance de até 95% de cura. Eu sou uma pessoa muito ocupada. Reserve um tempo. Uma mamografia dura entre 15 a 30 minutos, e é parte de seus exames de rotina anuais. Será muito mais demorado se você ficar doente. Meus seios são muito densos. A mamografia pode não ser tão eficaz na detecção de nódulos ou lesões cancerosas em mamas densas, mas também não é inútil. Se sua mamografia não está clara em função das mamas densas, poderá ser feito um segundo exame de imagem, por exemplo, ultrassom ou ressonância magnética. Eu me alimento bem e me exercito regularmente, logo, não corro riscos. Dieta equilibrada e prática de exercícios para manter uma vida saudável podem diminuir o risco de um câncer de mama, mas não o elimina completamente, por conta disso é muito importante a realização da mamografia a partir dos 40 anos. Cuide de sua saúde, cuide de suas mamas! Previna-se! Quanto mais cedo for diagnosticado, maiores serão as chances de cura!   Fonte: Oncoguia

Câncer é contagioso?

POSTO10O câncer não é contagioso. Mesmo os cânceres causados por vírus não são contagiosos como um resfriado, ou seja, não passam de uma pessoa para a outra.

No entanto, alguns vírus oncogênicos, isto é, capazes de produzir câncer, podem ser transmitidos através do contato sexual, de transfusões de sangue ou de seringas contaminadas utilizadas para injetar drogas.

Como exemplos de vírus carcinogênicos, podemos citar o da hepatite B (câncer de fígado) e vírus HTLV – I (leucemia e linfoma de célula T do adulto).

Tomar café aumenta o risco de câncer?

POSTO14O café é uma das bebidas mais populares do mundo, e é a forma como muitos de nós escolhemos para impulsionar o nosso dia.

A agência internacional de pesquisa em câncer (IARC) concluiu recentemente que o café não aumenta o risco de câncer, como foi sugerido anteriormente, e ainda sugeriu que pode ate diminuir o risco de alguns tumores, em particular o câncer do fígado e utero.

Estes dados surgiram após uma revisão abrangente das evidências, abrangendo cerca de 1000 estudos. (o resumo do estudo esta na Lancet Oncology). Então, se você já bebe café regularmente, esta notícia é interessante!

E quem nao toma? A evidência dos estudos ainda é incerta e o benefício pode ser pouco significativo.

As tatuagens podem aumentar o risco de câncer?

POSTO8O risco de tatuagens é quando esta é realizada em lugares que não há adequada higienização e esterilização.

Em locais sem adequada higienização, os instrumentos utilizados podem compartilhar fluidos e sangue que aumentam o risco de infeções pelo vírus da hepatite C.

Pacientes que apresentam infecção crônica pela hepatite C, tem maior risco de desenvolver tardiamente câncer no fígado.

As escovas progressivas são realmente um fator de risco para o câncer?

escovasEm 1980, estudos em laboratório mostraram que a exposição ao formol,
(usadas em grande escala para escovas progressivas) em ratos poderia aumentar a incidência de câncer nasal. A partir desses dados, tanto a Agência Internacional de Pesquisa em Câncer quanto a Agência Americana de Proteção Ambiental consideraram o formol como um possível agente cancerígeno.
O que é o formol?
O formaldeido é uma substância incolor. Ao ser aquecido se transforma em um gás com cheiro forte. É usado normalmente na produção de materiais de construção e em alguns produtos domésticos. O formaldeido dissolvido em água se chama Formol. O formol é usado como desinfetante, para preservar tecidos mortos e podem ser usados em alguns alimentos, anti-sépticos e cosméticos. Em alguns produtos como shampoo, loções podem não  apresentar o formaldeido em sua composição e sim substâncias que o liberam.
O formaldeido é produzido em pequenas quantidades naturalmente no nosso organismo. Logo, o formol e baixas concentrações não é considerado perigoso. É considerado perigoso em processos que levam a uma concentração elevada deste composto no ar inalado.
O formol pode causar câncer?
A exposição do formaldeido em animais de laboratório mostrou que ele pode aumentar a chance de câncer. Estudos realizado em trabalhadores expostos a altos níveis de formaldeido como trabalhadores industriais e embalsamadores  indicaram que o formaldeido poderia levar a leucemia mieloide e a cânceres pouco comuns como o câncer de seio paranasal, cavidade nasal e nasofaringe. Em 1987 a agência americana de proteção ao ambiente  classificou o formol como provavelmente carcinogenico em condições de exposição de altas concentrações e prolongada.
E a escova progressiva?
A chamada escova progressiva, à qual um grande número de mulheres vêm aderindo, pode representar um risco para a saúde. A concentração de formol que é usada para a obtenção do alisamento é um mistério para o consumidor, pois seu preparo é feito de acordo com o tipo de cabelo, dependendo podem chegar a concentrações elevadas com potencial risco. O uso desse procedimento para tratamento ou alisamento de cabelos, pode causar danos principalmente aos profissionais que aplicam durante horas seguidas esse produto. A exposição ao formol, somada a outros fatores de risco, podem aumentar a possibilidade para o desenvolvimento de câncer.
Segundo a INTERNATIONAL AGENCY FOR RESEARCH ON CANCER (IARC):
“A IARC classificou este composto como suspeito de ser carcinogênico – (grupo 2A), tumorogênica, teratrogênica – por produzir efeitos na reprodução para humanos. Em estudos experimentais, demonstrou ser cancerígeno para algumas espécies de animais, além de ser severo irritante para pele e olhos”, Por outro lado, ela afirma que o risco de câncer passa a ser secundário quando comparado ao de intoxicação aguda ou por inalação, que pode causar até edema pulmonar. O formol é tóxico quando ingerido, inalado ou quando entra em contato com a pele. A inalação do formol pode causar irritação nos olhos, nariz, mucosas e trato respiratório superior. Em altas concentrações pode causar bronquite, pneumonia ou laringite.”  

Mito ou Verdade? Antitranspirantes ou desodorantes podem causar câncer de mama?

Captura de Tela 2015-07-20 às 01.19.54 Artigos na imprensa e na Internet alertaram que usar antitranspirantes nas axilas (uma preparação que reduz o suor nas axilas) ou desodorantes (uma preparação que reduz odores desagradáveis) podem causar câncer de mama. ✅ Mito !!!! Não existe qualquer evidência conclusiva ligando o uso de antitranspirantes ou desodorantes no desenvolvimento de câncer de mama. Nos EUA o FDA (Food and Drug Administration),  órgão que regula alimentos, cosméticos, medicamentos e dispositivos médicos, também refere não existir quaisquer provas ou dados de pesquisa que  sugerem que ingredientes em antitranspirantes ou desodorantes usados na axila possam causar câncer.

Mito ou Verdade ? Adoçantes podem causar câncer?

Captura de Tela 2015-07-17 às 00.41.32Não!!!
Os investigadores realizaram estudos sobre a segurança dos adoçantes artificiais: Sacarina (TaleQual®, DoceMenor®); Ciclamato; Aspartame (Goldl®, Finn®); Acessulfame de potássio (Sunett®, doce One®); Sucralose (Splenda); e neotame e não encontrou nenhuma evidência de que eles causam câncer em seres humanos. Todos esses adoçantes artificiais, exceto para o ciclamato foram considerados seguros e aprovados pelo FDA nos Estados Unidos, no Brasil o Ciclamato é aprovado pela ANVISA.

Fatores emocionais podem levar ao câncer?

Mulher-de-TPMUma teoria popular sugere que estados emocionais, como a depressão, podem estimular o crescimento de uma doença maligna. Outra teoria sustenta que o estresse e sentimentos negativos suprimem a função imunológica, que é tida como crucial para a prevenção da doença. Até hoje não existe nenhum estudo que conseguiu comprovar essa relação!!!! O desenvolvimento do câncer está relacionado a diversos fatores já comprovados como os genéticos, moleculares, exposição a substancias, tabagismo, álcool. Eu pessoalmente acho que as emoções negativas não levam ao cancer, mas um pensamento positivo é de extrema importância no tratamento, os pacientes positivos respondem e toleram melhor o tratamento.