O que é o Cateter de Quimioterapia?

O cateter é um tubo especial que inserido em uma veia e conectado a um reservatório, que fica implantado debaixo da pele. Ele pode ser deixado neste local por muitos meses, e sua utilização facilita o tratamento quimioterápico venoso, pois não é necessário fazer punções repetidas na tentativa de “acertar” uma veia.

Veja o video sobre o cateter de quimioterapia:

O que é o estadiamento?

 Você já ouviu falar em estadiamento? É o processo para determinar a extensão a localização do câncer presente no corpo de uma pessoa. Esta avaliação pode ser feita antes da cirurgia (estadiamento clínico) ou apóso procedimento oncológico (estadiamento patológico). O estancamento do tumor é baseado em seu tamanho, comprometimento ou não dos gânglios (chamados de linfonodos) e, ainda, presença ou ausência de metástase à distância.

Leucemia é Câncer ?

11703168_898598866875016_2025269621838673493_nLeucemia é um tipo de câncer que se inicia na medula óssea, que é o tecido mole dentro de seus ossos responsáveis por produzir glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas. Algumas células podem sofrer mutação para se tornar uma célula de leucemia, que podem se multiplicar em mais células doentes. As células neoplásicas podem substituir as células normais, dificultando o correto funcionamento das células do sangue. A leucemia representa o tipo de câncer mais frequente na infância. Tratamentos para a leucemia pode incluir principalmente quimioterapia, mas outros tratamentos como terapia biológica e transplante de medula óssea podem ser usados.

O que é tumor maligno e benigno?

11013351_890774654324104_6829985705813158445_n-2 A diferença entre benigno e maligno é definida pela aparência e estrutura das células. Os tumores benignos são constituídos por células bem semelhantes às que os originaram e não possuem a capacidade de provocar metástases. Já os malignos são agressivos e possuem a capacidade de infiltrar outros órgãos. Os tumores benignos têm células que crescem lentamente e se assemelham às do tecido normal. Na maioria dos casos pode ser totalmente removido por meio de cirurgia. Já nos tumores malignos as células multiplicam-se rapidamente, têm a capacidade de “invadir” estruturas próximas ao local de origem e com o tempo podem disseminar dando origem as metástases.