Qual a idade ideal para o homem começar a fazer os exames de rastreamento?

medical_checklist-512Há ainda muita controvérsia referente à idade de inicio do rastreamento do câncer de próstata. Então, qual a idade certa? 

Este assunto deve ser discutido com seu medico e analizado caso a caso. Recomenda-se o rastreamento para homens com idade acima dos 50 anos e expectativa de vida acima de 10-15 anos.

Sugere-se que os homens sejam anualmente através do toque retal e de dosagens sanguíneas de PSA (antígeno prostático específico). Aqueles com história de câncer de próstata na família acometendo parentes de primeiro grau (pai e irmãos) e de homens negros devem inicial essa avaliação aos 40 anos, devido ao maior risco. 

O que é hormonioterapia para o câncer de próstata?

bd29f2a3d0603b2f8d7ccd2c4b45ad90Consiste no bloqueio hormonal feito por meio de medicamentos ou cirurgia. Trata-se, provavelmente, do tratamento para o câncer de próstata mais antigo que se tem conhecimento.
Em 1930, três investigadores americanos descobriram que a remoção do testículo causava a eliminação da testosterona do corpo e, por consequência, da doença em si. Isso porque o câncer de próstata e as células benignas da próstata têm como “alimento” principal da testosterona.

Ao “cortar” a testosterona produzida nos testículos, as células tumorais tendem a morrer ou permanecer paralisadas. É nisso que consiste o tratamento hormonioterápico.Hormonioterapia
 

Tal efeito é eficaz em aproximadamente 90% das vezes. Diferentemente da  radioterapia e da cirurgia realizadas no caso de doença localizada, ao eliminar a testosterona do corpo,  o tratamento hormonal tem a capacidade de controlar, mas não de curar a doença.
 
 
Procure seu médico em caso de dúvidas sobre a hormonioterapia!

O que pode causar o câncer de próstata?

   Infelizmente, não existe uma causa específica para o surgimento do câncer de próstata. Existem, sim, fatores que podem aumentar o risco. O principal é a idade. A chance de ter câncer de próstata sobe após os 50 anos de idade, enquanto 2/3 (66%) da doença ocorrem em homens com mais de 65 anos de idade. O histórico familiar é outro fator importante. Homens com um pai ou irmão que tenha tido câncer de próstata são mais propensos a ter também. Isto é ainda mais provável se os familiares desenvolveram o câncer antes dos 65 anos. Por último, a etnia. Ainda não se sabe o porquê, mas o câncer de próstata é mais comum em homens afroamericanos.

O Câncer de Próstata

11048745_883391425062427_8242541596750132755_nUm dos maiores desafios com relação à sua detecção é a imprevisível história natural, que pode incluir desde tumores indolentes até outros extremamente agressivos.
Recomenda-se que homens recebam as informações sobre rastreamento, iniciando assim o rastreio a partir dos 50 anos, exceto em homens da raça negra ou com parentes de primeiro grau (pai ou irmão) diagnosticados com câncer de próstata dos quais devem começar o rastreamento aos 45 anos.

Ainda sobre….. O uso precoce de quimioterapia em pacientes com câncer de próstata.

asco_5_NET_OKA hormonioterapia ainda se mantém como tratamento padrão desde 1940,  porém tem sido estudado o uso de terapias citotóxicas precocemente. O estudo CHAARTED apresentado na sessão plenária da ASCO 2014 e agora publicado no New England Jornal of Medicine foi o primeiro a mostrar que em um perfil apropriado de pacientes o uso da quimioterapia precocemente pode aumentar a sobrevida. Neste contexto, foi apresentado o estudo STAMPED pelo Dr Nicholas D. James, MD, PhD, da Universidade de Warwick e Queen Elizabeth Hospital Birmingham (Inglaterra) na apresentação do domingo 31 de maio. Nesse ensaio clinico foram randomizados 2.962 homens  no tratamento padrão de hormonioterapia (ADT) (combinada ou não a radioterapia), em hormonoterapia combinado a quimioterapia (ADT combinado a seis ciclos de docetaxel), hormonioterapia e ácido zoledrônico por 2 anos, ou hormonioterapia combinado a quimioterapia (docetaxel) e ácido zoledrônico. Os pacientes foram acompanhados por 42 meses. FullSizeRender Homens atribuídos ao braço de quimioterapia tiveram uma sobrevida mediana significativamente melhor, 77 meses em comparação aos 67 meses do braço de hormonioterapia isolada (p = 0,003). Além disso, o docetaxel melhorou o tempo livre de doença em comparação a hormonioterapia isolada (37 vs. 21 meses:<0,0000000001). A adição do acido zoledrônico não impactou na sobrevida livre de progressão ou sobrevida global. Quando os pesquisadores analisaram apenas os pacientes com doença metastática, eles encontraram um aumento na sobrevida em 22 meses no braço da quimioterapia em comparação à hormonioterapia isolada (65 vs. 43 meses p = 0,002). A quimioterapia com Docetaxel deve ser considerada em pacientes bem selecionados com doença metastática recém-diagnosticada.